• Uriel Gonçalves

Como o varejista pode ajudar durante o surto de coronavírus?

Por Uriel Gonçalves, head de conteúdo da YouGo

É raro começarmos um título com uma pergunta, mas eu não poderia escolher algo melhor para ilustrar a situação, afinal o momento é de pensar "como vou vender se as lojas estão fechadas?", separamos um material que ilustra como as marcas estão lidando com a situação e lá classificamos elas em quatro categorias: protagonistas, empáticas, adaptadas e indiferentes. Quem tem dinheiro para investir e ajudar, pode ser protagonista, não são muitas marcas nessa situação. As empáticas adequaram o discurso focando em ajudar os consumidores. As adaptadas mudaram o discurso, mas seguem focando em produtos. E as indiferentes são as que não estão preocupadas com a situação e seguem comunicando como se nada tivesse acontecendo. Consideramos, nesse momento, a empática ser a melhor categoria para estar presente, caso sua marca não tenha poder para investir e se tornar protagonista, afinal ajudar as pessoas se tornou mais importante do que nunca, e por "ajudar" estamos falando de notificar seus clientes se há certo produto em estoque, fornecer informações sobre suas medidas de precaução para garantir a segurança ou compartilhar alguma atualização sobre como seu negócio e seus funcionários estão se adaptando. Mas como você, como varejista, pode ajudar? Trouxemos algumas dicas para você se atualizar. 1. Mantenha-se informado: analise o cenário atual e as demandas por produtos de diferentes categorias para compreender as necessidades dos seus clientes. O Google tem dois recursos sensacionais e gratuitos que ajudam muito a nos manter atualizados, o Google Trends e o Google Alertas. Eles podem te ajudar a receber informações sobre as condições locais e a entender melhor o estado de espírito do seu público.

2. Seja transparente e mantenha sua informações atualizadas: a busca por informações está maior do que nunca. A pesquisa por notícias subiu consideravelmente no último mês, por exemplo, e os consumidores confiam no seu negócio para atender as demandas que forem surgindo. Por isso, a melhor dica que podemos dar nesse momento é: seja proativo na hora de atualizar a disponibilidade de produtos e serviços. Se o horário de funcionamento mudou, atualize seu site, redes sociais e o Google My Business. Vale mostrar como você está executando serviços que sirvam à sua comunidade local e mesmo explicar que está enfrentando atrasos. Se os prazos de envio foram alterados, atualize seu site com essas informações e, se possível, estabeleça uma data de entrega estimada. 3. Faça ajustes em tempo real: o comportamento do consumidor está em constante mudança durante o surto do COVID-19, e enquanto isso acontece, o ideal é que você redobre a atenção para verificar se as informações dos seus produtos estão atualizadas em todos os canais de comunicação. Assim você garante que o tom da sua marca esteja apropriado para o momento. Neste momento tão incerto, quanto desafiador, os consumidores estão buscando varejistas preparados. Por isso, informações relevantes e atualizadas são fundamentais para os consumidores. Estar presente com mensagens claras e úteis ajudará a garantir que a sua marca siga oferecendo a assistência que seus clientes mais precisam.

11 visualizações

PORTO ALEGRE

Rua Giordano Bruno, 128 - Rio Branco

Porto Alegre | CEP: 90420 - 150

(51) 3062 7580

SÃO PAULO

Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 47.

Bairro Pinheiros - São Paulo, capital.

yougo® - agência de conexões | 2020