• Uriel Gonçalves

Não espere pelo futuro, crie-o

Por Uriel Gonçalves, head de conteúdo da YouGo


Quando falamos de futuro e inovação, sempre vem aquela frase famosa do Allan Kay na cabeça: "a melhor maneira de prever o futuro é inventando ele", e ele não deixa de estar certo, obviamente. Só tem uma coisa: inventar o futuro é uma tarefa árdua e difícil, e carrega muita responsabilidade (beijo, tio Ben). O paradoxo está no fato de que nós vivemos "criando" nosso futuro em todas nossas decisões diárias, mas nós raramente paramos para pensar nas consequências dessas escolhas cotidianas.


Pensar sobre o futuro é um conceito muito abstrato. Por que devemos investir tempo pensando sobre algo que não podemos controlar? Ou nos planejar para coisas que podem nem acontecer? Por que parar pra pensar nisso? A resposta é simples: por que se nós não fizermos, alguém vai fazer por nós.


E quando eu falo que "alguém fará isso", eu quero dizer que grandes empresas, o governo, a indústria e até a propaganda global podem ser responsáveis pela influência nas decisões que tomamos, e aí perdemos grandes oportunidades.


Pensar sobre o futuro não é sobre controlar ou planejar ações exatas, isso não é possível. Mas é possível explorar diferentes possibilidades que resultas em criar novos sistemas e mudanças culturais. Se você parar para pensar agora: tudo que você viveu nos últimos 5 anos, você imaginava estar onde está hoje? Você previu esse momento?

Não é possível prever exatamente onde nós estaremos daqui a 5 anos, mas é possível saber quais as nossas intenções para o futuro. Entender o que nos motiva em um nível pessoal e profissional ajuda a nos guiar na direção certa toda vez que precisamos tomar uma decisão.


Futuro e inovação andam juntos. Inovação é o futuro acontecendo agora, gera valor, status, desafia a norma, e é por isso que devemos ser responsáveis pela criação do nosso futuro. Seres humanos estão no modo "reação" quando se trata de mudanças sociais e tecnológicas. Nós tendemos a agir como se o futuro fosse um grande compilar de previsões e tendências matemáticas. A verdade é: nós estamos com medo do que pode acontecer conosco. "Inteligência Artificial irá ficar com meu emprego?", "meu trabalho será relevante?", perguntas assim nos deixam com medo. E nós também temos medo do presente: insegurança, instabilidade, balancear a vida profissional e pessoal, estresse, são tantas coisas.

Parece que estamos sob uma espécie de "tsunami de mudança". É provável que a sua empresa esteja mudando e é ainda mais provável que mude muito mais. A maneira que consumimos notícia, conhecimento e como nos relacionamos socialmente mudou, o trabalho mudou, o tempo mudou e o mundo mudou.


No cenário atual, temos duas opções: aceitar o que os outros nos propõe como transformação ou arregaçar as mangas e se tornar parte da mudança positiva que queremos ver neste futuro que está em construção. E esse futuro não irá afetar apenas a sua empresa, mas também a sua vida, seu ambiente e sua espécie.


É importante pensar sobre o futuro não como um exercício teórico, mas como um conjunto de passos práticos que alguém toma a cada dia. Os passos que tomamos hoje são o que cria nosso futuro. Mantenha suas intenções focadas e o caminho a seguir se tornará claro.

0 visualização

PORTO ALEGRE

Rua Giordano Bruno, 128 - Rio Branco

Porto Alegre | CEP: 90420 - 150

(51) 3062 7580

SÃO PAULO

Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 47.

Bairro Pinheiros - São Paulo, capital.

(11) 94300 2138

yougo® - agência de conexões | 2020